BAND NATAL

Arquivo para maio, 2011

Sem tempo para namorar? Especialista pode te ajudar a resolver este problema.

Faltando poucos dias para o Dia dos Namorados, muito se ouve falar em casais apaixonados, presentes criativos e viagens românticas. Mas, e os solteiros, onde ficam nessa história? Se ‘toda panela tem sua tampa’, será que eles, realmente, só não namoram por falta de tempo?

Se a sua resposta foi “sim”, o especialista Christian Barbosa pode ajudá-lo(a) a organizar melhor suas atividades para dar um fim de vez nesta solteirice.

Fundador da Triad PS, empresa multinacional especializada em programas e consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo, ele afirma que, muitas vezes, as pessoas dizem que não têm tempo para namorar com o intuito de evitar rótulos constrangedores como: ‘você está encalhado(a)’ ou ‘vai ficar para titio(a)’.

“No caso dos homens, assumir que está solteiro há um tempo não é um problema, já que a maioria das pessoas entende isso como ‘ele quer curtir a vida’. Mas quando se trata de uma mulher, acredite, em 2011 as pessoas ainda dizem: ‘está encalhada, hein’? Talvez seja este o maior motivo de algumas moças não assumirem que estão solteiras porque querem, ou porque não conheceram a pessoa certa, ou simplesmente porque querem dedicar seu tempo para outras atividades”, comenta.

Mas, de acordo com o especialista, quando se quer muito algo ou alguma coisa, sempre damos um jeitinho de conseguir. O mesmo acontece no caso de um relacionamento.

“Você nunca quis, por exemplo, conhecer um restaurante indicado por alguém, mas ele era longe da sua casa e da sua rotina, e, mesmo assim, deu um jeito de separar um tempinho para chegar até lá? Ou foi convidada para uma festa muito legal de uma amiga, mas descobriu que tinha algo agendado para aquele dia, e, ainda assim, conseguiu ir aos dois compromissos? Quando queremos namorar de verdade conseguimos tempo e mais tempo para estarmos ao lado desta pessoa”, garante Christian.
 
Entretanto, se você ainda acha que seu problema é falta de tempo, existem algumas dicas que podem fazer com que as tarefas do dia a dia sejam melhor distribuídas ao longo da semana, como explica o especialista. “Adote um método de administração pessoal das suas atividades, pode ser um caderno, uma agenda ou um software. O importante é que você descreva a tarefa e o tempo que levará para realizar cada uma delas”.

Outra coisa muito importante é pensar naqueles trabalhos que surgem de última hora. “Separe um tempo para os imprevistos, aquelas tarefinhas que aparecem sem estarem previstas”, ressalta.

Com a agenda já mais folgada, aproveite para sair com amigos e se divertir. “Conheça mais teatros, parques, faça novas amizades, curta um tempo só para você e, principalmente, entenda que o tempo não é o culpado das não realizações dos seus desejos e sonhos. Você é quem deve administrá-lo da melhor maneira para que o seu dia seja produtivo e realizador”, garante Christian.
 
Todo mundo sabe que namorar não é fácil, mas por outro lado é muito prazeroso ter alguém com quem contar em qualquer situação ou simplesmente para assistir um bom filme debaixo das cobertas em um domingo de outono.

Ser solteiro também tem seu lado bom, como conhecer pessoas, lugares, fazer o que quiser sem, necessariamente, consultar alguém. “O importante é estar em dia com a sua agenda e ter tempo para fazer qualquer atividade que queira. E, quando te perguntarem novamente se você namora, é só dizer: tenho tempo, mas não quero. E seja feliz”, aconselha o especialista.

Anúncios

Três meses: o tempo determinante para saber se o namoro vai decolar.

Tudo era lindo no começo. Beijo daqui, chamego de lá. A memória do celular logo se enchia com uma tonelada de mensagens. Cinema, barzinho, passeio de mãos dadas no parque ou uma simples noite debaixo do edredom assistindo um filme. O fogo parecia que não apagaria mais… Até o terceiro mês de relacionamento, quando a empolgação que envolvia o casal simplesmente se desfez.

“Será que eu tenho algum problema?” É o que muitos perguntam após passar por uma experiência assim. Porém, essa situação é mais frequente do que você pode imaginar. Quem explica é a psicóloga e especialista em relacionamento afetivo Eliete Matielo. “Geralmente é de três meses o tempo necessário para saber se o outro/outra é ideal. Na real, é quando a máscara cai, ou não.”

Empolgação no início do romance é comum. Porém, você só acaba por conhecer a pessoa por completo depois que tiver um período maior de convivência. “E isso é determinante para saber se vai vingar. Você vai descobrir como é o comportamento dela, que trabalho ela faz, a idoneidade. Isso tudo pesa numa decisão. Se for a pessoa certa, o relacionamento vai prosseguir. Do contrário, acabará”, diz Eliete.

Com tantos relacionamentos rápidos, será que o namoro longo e duradouro saiu da moda? “Nada disso”, afirma a psicóloga. “O que as pessoas mais querem é encontrar alguém especial. O homem geralmente desconversa e fala que está só ficando e tal… Porém, se ele achar alguém diferente é batata. Na noite, ele até pode ter uma demanda grande, mas quando volta para a casa não tem para quem ligar, e isso pesa.”

Romântico ou neurótico?

Se namorar é o que a maioria deseja, qual será o comportamento mais indicado? “Os homens românticos são vistos como melosos e grudentos. Esse tipo de homem é aquele que abre a porta do carro, paga a conta, liga no meio do dia para dizer ‘lembrei de você’, faz surpresas ou compra flores. Ou seja, trata a mulher como rainha. E, no fundo, romantismo é o que a maioria delas querem.”

Ciúme, muitas vezes, pode ser benéfico, como relata Eliete, que atende diferentes tipos de casais em sua clínica. “A mulher neurótica vasculha as coisas do parceiro, fica muito insegura e acha que ele está traindo o tempo todo. Porém, muitos gostam disso, pois é uma forma de saber que ‘ela gosta’. Agora, se os dois tiverem um comportamento neurótico, daí fica difícil de ter um relacionamento longo.”

Saiba como conseguir um namorado(a) até o dia 12 de junho

Chega até a ser engraçado: quando você está namorando vê milhões de solteiros felizes, indo para baladas, curtindo a vida.

Mas, quando está sozinho, só se depara com casais apaixonados, como se fosse mesmo um “encosto”. É só olhar para o lado e pronto: ali estão os dois apaixonados trocando beijos e juras de amor eterno.

Se você está sentindo isso na pele neste momento, acalme-se. Ainda dá tempo de passar o Dia dos Namorados acompanhado(a).

Levando em consideração que faltam pouco mais de 15 dias para a data, o eBand consultou uma expert em sexualidade e artes sensuais para que ela pudesse dar uma forcinha de última hora.

Marconete Cardoso é diretora e consultora da Marcot Boutique e Studio Sensual, educadora sexual pelo ISEXP (Instituto Brasileiro Interdisciplinar de Sexologia) e tem especializações em pompoar, tantra, massagens e artes da sedução, ou seja, tudo o que você precisa neste momento para conseguir um namorado(a).

Ao ser questionada pelo eBand se ainda daria tempo, ela não titubeou. “Claro que dá. É possível arrumar um namorado até amanhã mesmo. É só acreditar”, garante.

Para facilitar a vida dos internautas, a pesquisadora listou algumas dicas que são indispensáveis para quem quer deixar o time dos solteiros. Anote aí e boa sorte na empreitada!

1. Aceite-se! Quem não gosta de si mesmo dificilmente consegue despertar o amor dos outros.

2. Afaste os pensamentos negativos, como “está difícil arrumar namorado”, “ homem está escasso” etc. Lembre-se  que as palavras tem poder, portanto pare já com isso!

3. Cuide-se. Aparência é importante, sim, afinal, só temos uma chance de causar uma primeira boa impressão.

4. Não seja chato(a). Ninguém gosta de ficar ao lado de alguém que vive reclamando, se lamentando ou está sempre triste.

5. Olhe ao redor com mais atenção. Descobrirá pessoas interessantes à sua volta. Talvez tenha uma pessoa bem bacana ao seu lado, esperando ser notada ou aguardando um sinal.

6. Quem não procura, não acha. Saia de casa, divirta-se! Não adianta ficar em casa trancado(a) esperando o príncipe encantado, ou a princesa, bater à sua porta. Digamos que a probabilidade disso acontecer é quase nula. Por isso saia de casa, sozinho(a) ou com os amigos. Vá ao shopping, ao supermercado, ao cinema, dê uma volta no quarteirão, leve o cachorro para passear… Invente alguma coisa, mas saia.

7. Evite sair sempre só com as mulheres ou só com homens. Pessoas que saem com casais têm muito mais chances de serem apresentadas àquele amigo(a) interessante que também está solteiro(a).

8. Matricule-se em um curso, ou atividade, pode ser qualquer coisa que goste: curso de línguas ou especialização, musculação, pilates, natação, dança, música, teatro, ioga etc… Isso aumenta a possibilidade de conhecer novas pessoas, aumenta o círculo de amizades e quem sabe você conhece seu futuro namorado(a)?

9. Corte os “ex”. Ex é ex… correto? A fila anda e para frente!

10. Para as mulheres: conheceu alguém legal? Não fique ao lado do telefone esperando ele ligar. Quando um homem quer uma mulher ele vai atrás. Se não ligou é porque não quer… Próximo, afinal você não pode perder tempo e tem de arrumar um namorado até o dia 12.

11. Achou o que procurava? Então cuide para que ele não fuja. Faça um curso sensual. Além de melhorar a autoestima e autoconfiança, você aprende dicas e artes de sedução, como a massagem tailandesa, as manobras do pompoarismo, entre outras coisitas para seduzir o seu amor.

Fonte: e-band.

Árbitro húngaro vai apitar a final entre Barcelona e Manchester

 

O árbitro hungaro vai apitar o segundo jogo do Manchester United, de Rooney, nesta temporada, na Liga dos Campeões

Viktor Kassai vai apitar o duelo entre Barcelona e Manchester United neste sábado na final da Liga dos Campeões da Europa que acontece em Wembley. A Band transmite a partir das 15h15, mas o jogo começa às 15h45. O eBand acompanha a partida no lance a lance e você pode enviar comentários via Facebook.

O húngaro foi escolhido nesta quinta-feira pelo Comitê de Árbitros da Uefa. Ele tem 35 anos e atuou em cinco duelos da atual edição da competição europeia, mas nunca comandou o time catalão no torneio desta temporada.

Ele apitou a vitória do time inglês por 1 a 0 sobre o Valência, pela fase de grupos.

Integrante do quadro da Fifa desde 2003, Viktor Kassai esteve à frente de partidas das Eliminatórias das Copas de 2006 e 2010.

Gays são mais fiéis em um relacionamento, afirma especialista

Fidelidade é um tema muito importante para a longevidade de um relacionamento. E os casais homossexuais parecem estar mais “comportados” neste quesito do que os heterossexuais. É o que afirma ao eBand a psicóloga e especialista em relacionamento afetivo Eliete Matielo.

Trair hoje em dia é “mais fácil”. A internet pode ser uma perigosa ferramenta para romper relações com sites específicos para a traição ou um simples “encontro de um parceiro” num chat. Baladas costumam ser um grande alvo para paqueras rápidas. Existem também serviços oferecidos por garotos e garotas de programa.

“Fidelidade é fundamental”, afirma Eliete. “Para um relacionamento sério, você precisa de comprometimento, que é passar segurança. Existe um tipo de casal liberal que deixa o parceiro sair sem ter de ‘dar explicações’ no dia seguinte, mas isso é menos frequente”.

Eliete recebe clientes de todos os gêneros em sua agência de relacionamentos (veja a página). E ela afirma que os gays são mais fiéis no namoro. “O fato de eles serem mais fiéis é que um relacionamento homossexual é mais complicado por causa do preconceito. Agora que a coisa está ficando um pouco melhor, mas a aceitação ainda é difícil.”

De acordo com a especialista, os gays se “grudam” para suportar as dificuldades. “Muitos passam por rejeição da família e dos amigos. Porém, quando ele encontra alguém, essa união é bastante forte e eles são fiéis quando namoram. Claro que existem exceções. Mas no que vejo atualmente, os casais gays duram muito mais.”

No dia 5 de março, o STF (Supremo Tribunal Federal) reconheceu por unanimidade o direito de os homossexuais serem incluídos no regime jurídico de união estável e se beneficiar dessa consequência. Dentre os benefícios estão o direito de herança, pensão alimentícia, autorização em cirurgia de risco e inscrição em planos de saúde.

 

Copa do Brasil

QUEM VAI PARA A FINAL?

 Nesta quarta, a partir das 21h30, a BAND transmite, pela COPA DO BRASIL, os jogos Avaí x Vasco e Coritiba x Ceará, partidas de volta das semi-finais. Avaí e Vasco jogam no Estádio da Ressacada, em Florianópolis/SC. No Rio de Janeiro, a primeira partida terminou em empate. O Avaí joga em casa com a vantagem do placar igual, já que fez um gol fora de casa no último encontro.

 Do outro lado da tabela, Coritiba e Ceará jogam em Curitiba/PR. A primeira partida terminou também em empate, mas sem gols. Se marcar, o Ceará estará em vantagem, por jogar fora de casa.

 Após o jogo, Milton Neves comanda o TERCEIRO TEMPO.

 A COPA DO BRASIL vai ao ar nesta quarta, às 21h30, na BAND.

Jornal da Band – Série Especial

MEDO DE QUE? A NOVA SÉRIE DO JORNAL DA BAND!

 A partir desta segunda(23), o JORNAL DA BAND exibe a nova série especial, que vai encarar, sem restrições, um tema delicado que assusta muita gente: o medo. Considerado pelos médicos uma reação natural perante qualquer ameaça, real ou imaginária, o medo não poupa ninguém. Em algum momento, em maior ou menor intensidade, todo mundo sente medo. Pode ser de altura, avião, água, animais, insetos, até de palhaços.

 O problema é quando o sentimento cresce a ponto de se transformar na chamada fobia, um medo mórbido, uma aversão irreprimível. Nesse caso, a pessoa começa a evitar situações do cotidiano, como andar de elevador ou ficar em ambientes escuros, por exemplo. Na série de reportagens especiais MEDO DE QUE?, o Jornal da Band vai mostrar as várias facetas do medo. Quando ele se transforma em doença, quando leva ao uso de drogas ilícitas, quando é encarado com bom humor.

 Depois de vencer seus próprios medos, a repórter Sônia Blota mostra os tratamentos mais comuns e as terapias alternativas, descobre o significado de palavras estranhas como “caetofobia”, “coulrofobia”, “filemafobia” e ainda entrevista “viciados em medo”, gente que não vive sem uma forte descarga de adrenalina.

 A série MEDO DE QUÊ? vai ao ar a partir desta segunda-feira(23), no JORNAL DA BAND, sempre às 19h15.